Arlindo Oliveira

Sobre Arlindo Oliveira

“O coração bate 70 minutos por segundo” – nos diz Arlindo Oliveira. Nascido no Rio de Janeiro, foi internado na Colônia Juliano Moreira ainda criança.
Com a Reforma Psiquiátrica passou a viver em sua própria casa e a trabalhar
como artista. É um dos mais antigos integrantes do Atelier Gaia. Em suas
criações – que dedica às crianças- usa suportes variados e técnica mista,
juntando elementos como madeira, luzes, objetos utilitários e brinquedos
coletados no território onde vive e trabalha. Desde 2018, realiza
performances relacionadas a sua memória na instituição manicomial, no
pavilhão Ulysses Viana, onde ele e Bispo do Rosario foram internados.
Participou de diversas exposições, do filme Transe Visionário, de Joel
Pizzini e do espetáculo Rosario, de Marcio Cunha, com apresentação em
diferentes cidades e estados do país. Duas de suas obras fazem parte do
acervo do Museu de Arte do Rio.

Você apoiou um artista da Saúde Mental!