Luiz Carlos Marques

Luiz Carlos Marques

Artista nascido no Rio de Janeiro, integrante do Atelier Gaia. Interessado em diversas linguagens, em especial as artes do fio, pintura, música, escultura e instalação. Mestre de Bateria do Bloco Império Colonial e participante do bloco Loucura Suburbana. Com bambu e linha construiu grandes instalações suspensas. Participou de diversas exposições, como a Bienal de Arte Naif;Sobrevivências: Sobre Vivências, em 2017, com curadoria de Ricardo Resende; Quilombo do Rosario, com curadoria de Roberto Conduru; exposição Constelar, curadoria de Marcelo Campos, na Instituição Pro-Saber (2017). Exposição Lugares do Delírio, curadoria de Tania Rivera, no Museu de Arte do Rio (2017) e no SESC Pompeia (2018), Utopias: A Vida para Todos os Tempos e Gloria, curadoria de Diana Kolker e Ricardo Resende (mBrac), entre outros. O Museu de Arte do Rio (MAR) possui em seu acervo duas de suas obras.